Justiça espanhola admite prisão de presidente da Catalunha

Procurador-geral deixa em aberto a hipótese de pedir a detenção de Carles Puigdemont, por uso indevido de fundos públicos para fazer o referendo marcado para 1 de outubro

Sobre "Jornal das 8"