Maddie: suspeito alemão escreveu carta na prisão

O homem que se tornou o principal suspeito no caso de Maddie Mccann alega inocência e ataca a justiça alemã.
A partir da prisão, Christian Bruckner escreveu uma carta publicada por um jornal em que acusa a justiça do seu país de perpetuar uma mentira, sem que os procuradores tenham qualquer prova de que cometeu o crime na Praia da Luz, no Algarve, em maio de 2007. 

Sobre "Jornal da Uma"