Malta: armas usadas pelos sequestrados eram afinal réplicas

Os dois piratas do ar que desviaram um avião da companhia aérea líbia para Malta renderam-se e estão detidos. No aparelho viajavam 118 pessoas que escaparam ilesas. Os dois sequestradores entregaram-se às autoridades depois de várias horas de negociações. Sabe-se agora que queriam asilo político em malta e publicitar o partido pró-Kadafi