Moçambique: família de trinta pessoas vê-se forçada a comer folhas de feijão

As Nações Unidas calculam em mais de cinco mil os deslocados no Norte de Moçambique desde os ataques à vila de Palma, na semana passada.

Uma crise humanitária agravada na capital da província de Cabo delgado: em Pemba, uma família de trinta pessoas vê-se forçada a comer folhas de feijão para sobreviver.

Sobre "Jornal da Uma"