Mueller: não existem provas de conluio e Trump está quase feliz

Nos Estados Unidos, a investigação Mueller concluiu que não existem provas de conluio entre a equipa da campanha eleitoral de Donald Trump e Moscovo nas presidenciais de 2016. No entanto, a investigação indica que persistem as dúvidas sobre uma eventual obstrução à justiça.