"O processo para a eleição de Ursula von der Leyen não foi muito transparente"

O presidente da Comissão Europeia reconhece que o processo que levou à nomeação da sua sucessora não foi muito transparente. Jean-Claude Juncker lamenta que, ao contrário do que aconteceu consigo, há cinco anos, a escolha não tenha recaído sobre um dos candidatos oficiais ao cargo.