Papa responde às críticas internas após visita ao Iraque

O Papa respondeu às críticas internas sobre o encontro com os líderes muçulmanos.

Diz que até lhe podem chamar "herege", mas que são passos necessários e preparados na oração.

No regresso a Roma depois da histórica viagem ao Iraque, Francisco descreveu o Ayatola Al-Sistani como um "homem de Deus."

Sobre "Jornal das 8"