Presidente do grupo Renault detido no Japão

O presidente do conselho de administração do grupo Renault/Nissan foi preso no Japão. Carlos Ghosn é suspeito de fraude fiscal. Foi o CEO da Nissan que confirmou a detenção e disse que lhe vão retirar o cargo. O presidente francês, Emmanuel Macron, também já se pronunciou para dizer que o estado francês será extremamente vigilante sobre o grupo.