"Prioridade é saber se agiu sozinho"

Polícia de Manchester revela em que ponto está a investigação e lamenta a morte de 22 pessoas