Prisioneiros de Guantánamo fazem obras de arte

Dezasseis pessoas – oito presidiários e oito ex-presidiários – fizeram 36 peças de arte que estão agora expostas em Nova Iorque. Entre desenhos, pinturas e esculturas, a maior parte das peças representa o oceano porque, segundo a curadora, reconhecem ali a liberdade.