Protesto em Hong Kong gera violentos confrontos entre polícia e manifestantes

Em Hong Kong, os protestos contra a nova lei da extradição subiram de tom. No mundo ocidental começam a surgir as primeiras reações: os EUA já garantiram que vão acompanhar os desenvolvimentos e a primeira-ministra inglesa, Theresa May, lembra que há um acordo entre a China e o Reino Unido sobre a transferência de soberania.