Nos locais afetados pelo ataque, a informação ainda é muito escassa. Junto aos hospitais, há várias pessoas à procura dos familiares. A TVI falou em exclusivo com um português que vive no Sri Lanka, mas que não estava no país no momento do atentado. Também o Papa Francisco manifestou profunda tristeza e dor pelos atendados.