João Almeida mostra ambição sem limites e reforça liderança

João Almeida atacou a 800 metros da meta e ganhou dois segundos a toda a concorrência.

O ciclista português mostrou que a sua ambição não tem limites e numa etapa em que não se previam grandes emoções na classificação geral, acabou por consolidar a liderança na Volta a Itália.

Almeida vai vestir a camisola rosa pela 13.ª etapa, em 17, e começam a faltar palavras para a prova que ele está a fazer em Itália.

São agora 17 os segundos de vantagem do português para o segundo classificado e 2m58 para o terceiro.

Segue-se uma etapa de alta montanha nesta quarta-feira, uma das mais duras do Giro, com chegada em alto, numa etapa com 203km.