João Loureiro estava a bordo do voo que transportava cocaína para Portugal

João Loureiro estava mesmo a bordo do Falcon 900 na viagem de São Paulo para Salvador da Bahia, quando o piloto detetou falhas mecânicas e pediu uma inspeção à aeronave. 

Há uma semana, quando a TVI falou com o ex-presidente do Boavista, Loureiro garantiu que não tinha embarcado naquele voo, mas a verdade é que  viajou depois num voo comercial de volta a São Paulo enquanto a polícia federal brasileira encontrava os 578 quilos de cocaína a bordo. 
 

Sobre "Jornal da Uma"