João Miguel Tavares e as virtudes de inaugurar "várias vezes as mesmas coisas"

Na última edição do Governo Sombra, João Miguel Tavares diz que, por haver menos obra, os membros do Governo são obrigados a inaugurar várias vezes as mesmas coisas. O que pode ser positivo, porque na altura em que houve mais inaugurações o país foi obrigado a chamar a troika, ressalva.

Sobre "Governo Sombra"