«Jogo foi bem planeado, não foi excelente porque tínhamos de ganhar

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, em declarações à TVI24, depois da derrota diante do Chelsea (0-2), em Sevilha, em jogo da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões:

- É verdade, o resultado é extremamente injusto, mas o que conta são os golos que o Chelsea marcou e nós não marcámos. A equipa fez um jogo muito bom, sempre consistente em termos defensivos, a atacar sempre com perigo, a baixar quando tinha de baixar. Dentro do que foi planeado, os jogadores foram fantásticos. O primeiro remate do Chelsea é golo. Não abanámos com esse golo, fomos à procura de fazer golo. A segunda parte foi praticamente a mesma coisa, pouco Chelsea a chegar ao último terço, nós a conseguir algumas situações, mas sem conseguir marcar golos. Mas o que é importante é o resultado neste tipo de jogos.

[Estratégia sem Taremi]

- A nossa estratégia estava definida com o Luis [Diaz] mais perto do Marega, o Otavio mais por dentro. Tínhamos de segurar com uma linha de quatro com o Corona a ajudar na direita. O jogo foi bem planeado, não foi excelente, para isso tínhamos de ganhar. Estamos no intervalo da eliminatória, faltam 90 minutos, vamos acreditar. Conhecemos o poderio do Chelsea, começou por meter o Puliscic, o Giroud, o Kanté e o Thiago Silva e nós metemos os nossos meninos. São armas diferentes, mas fomos superiores ao Chelsea. Mas não há vitórias morais, não gosta nada disso, o que conta é o resultado.

Disse ao quaryo árbitro que o campo estava inclinado?]

- Somos a única equipa dos quartos de final, penso que já eramos nos oitavos, que não pertence ao Big-5 e isso sente-se um bocadinho nestes tipos de jogos. Penso que há penálti sobre o Marega, houve muitas faltas e não houve amarelos. Houve algumas situações que não me deixaram satisfeito.