Jonas Savimbi foi morto há 16 anos pelo exército angolano

Imagens do corpo sem vida suscitaram um intenso debate, tal como aconteceria depois com as imagens de Sadam Hussein ou Kadahaffi