Juiz do acórdão polémico diz que foi "deturpado"

Neto de Moura falou ao jornal "Público" e garante ser contra a violência doméstica