Juiz mantém prisão preventiva aos 38 suspeitos do ataque a Alcochete

O juiz de Instrução Criminal do Barreiro decidiu esta quarta-feira manter em prisão preventiva os 38 suspeitos do ataque à Academia em Alcochete. No despacho o juiz Carlos Delca diz que se mantêm inalterados os pressupostos que levaram a esta medida de coação aplicada a 38 dos 44 arguidos no processo.