Julgamento Alcochete: defesa dos arguidos pede nulidade do auto de notícia da GNR

No julgamento do ataque à Academia do Sporting, as defesas de dois arguidos pediram a nulidade do auto de notícia da GNR.

Em causa estão diferenças entre a data da assinatura do auto e o dia das agressões.

Bruno de Carvalho não marcou presença em tribunal, por ter sido dispensado da segunda sessão de julgamento, depois de ter alegado não ter carro e ter uma ocupação profissional que lhe iria tomar quatro horas por dia.

Nesta segunda sessão, só foi possível ouvir três das seis testemunhas das forças de segurança.

Sobre "Jornal das 8"