"Lei húngara é uma violação gravíssima dos valores europeus", líderes europeus criticam Orbán

O primeiro-ministro húngaro foi fortemente criticado na reunião dos 27 em Bruxelas. A maioria dos líderes europeus, incluindo António Costa, apontou o dedo a Viktor Orbán pela nova lei que discrimina as pessoas LGBT, na Hungria. 

A discussão foi descrita como dura e emocional.
 

Sobre "Jornal da Uma"