Lisboa em tempos de pandemia, "ainda é Lisboa"

Imagens da capital portuguesa, de ruas desertas, ilustram poema de Manuel Alegre. Palavras de esperança neste momento de resistência