«Perguntaram ao Mourinho se me queria a mim ou ao Conceição: 'Quero o Maciel'»

No plantel campeão da Europa do FC Porto em 2004 há dois nomes contratados em janeiro e que não puderam jogar na Liga dos Campeões. Um é o de Sérgio Conceição e o outro é o de Maciel. Ambos extremos e ambos utilizados nessa primeira fase da época pelos anteriores clubes nas provas da UEFA.

Enquanto Sérgio é o treinador do FC Porto desde 2017, Maciel desapareceu do radar. Fez meia temporada de grande nível com José Mourinho, mas com Victor Fernandez não fez parte dos planos e acabou por sair para o União de Leiria e para o Sp. Braga, antes de voltar ao Brasil e tornar-se numa espécie de trotamundos.

O Maisfutebol apanha-o em Cabo Frio. Maciel tem 42 anos, mas apresenta uma invejável forma física. Joga futevólei federado e acompanha os quatro filhos. O mais velho vai estrear-se nos seniores e o presidente do Tupi quer juntá-lo ao pai. Maciel está inclinado a aceitar o convite.

Qual o segredo para tamanha boa forma? De forma surpreendente, até porque não era essa a imagem que tinha em Portugal, Maciel assume que durante vários anos da carreira teve um problema relacionado com o consumo de álcool. Tudo ultrapassado, felizmente, já há oito anos.

Um DESTINOS especial, pois claro.