Madeira: fogo ainda tem uma frente ativa

Descida das temperaturas ajuda no combate ao incêndio, que lavra há mais de 48 horas