Magina da Silva: "Polícias no ativo não podem ter filiação partidária"

Magina da Silva, diretor nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), foi entrevistado esta segunda-feira no Jornal das 8, da TVI, por Pedro Pinto e Miguel Sousa Tavares.

Foram abordados temas sensíveis como o racismo dentro da PSP, a associação de agente a partidos políticos ou associações de extrema-direita, como o Movimento Zero, e ainda o combate às claques violentas.

Magina da Silva não acredita que existam elementos da extrema-direita infiltrados na PSP, mas, no entanto, defende que os "polícias no ativo não podem ter filiação partidária, nem podem defender qualquer partido publicamente". 

Sobre "Jornal das 8"