Mais de 10 mil professores em protesto em Lisboa

Exigiram o descongelamento e o reposicionamento nas carreiras, em frente à Assembleia da República. Um dia de greve nacional que uniu CGTP e UGT e ficou marcado pelas  declarações da secretária de Estado da Educação que admitiu, pela primeira vez, a contagem do tempo de serviço dos professores na totalidade, de forma faseada.