Mais de 50 empresas fizeram despedimentos coletivos nos primeiros 13 dias de abril

À medida que o tempo avança, a corrosão da economia aumenta.

O número de empresas que iniciaram processos de despedimento coletivo nos primeiros 13 dias de abril é praticamente o mesmo do que o registado em todo o mês de março.

Foram 50 empresas que despediram cerca de 500 pessoas, em apenas 13 dias.

esta manhã, confrontada várias vezes com esta questão, a ministra do trabalho foi evasiva.

ana mendes godinho preferiu sublinhar as empresas que aderiram às medidas do governo e que por isso estão impedidas de despedir trabalhadores.

Sobre "Jornal das 8"