Mais de metade das linhas de comboios estão em mau estado

Conclusões são de um estudo feito pela própria empresa INfraestruturas de Portugal