«Mais tarde ou mais cedo isto vai entrar na campanha»

Constança Cunha e Sá considera que a detenção de José Sócrates vai, eventualmente, ser utilizada como arma na campanha eleitoral das legislativas do próximo ano