Mandante do massacre do Meia Culpa é arrumador de carros em Amarante

Foi mandante do maior massacre da história recente de Portugal. Esteve preso quase duas décadas por ter sido considerado responsável do massacre no bar Meia Culpa, em 1997. Apesar de admitir que preferia continuar preso, continua a assumir-se inocente.

Sobre "Jornal da Uma"