Marcelo lamenta desacordo dos professores com o Governo e diz-se disponível para ouvi-los

Presidente da República deseja "começo natural e normal" do ano letivo.