Marcelo: "Que ninguém se iluda: não hesitarei um segundo em propor renovações do estado de emergência"

Presidente da República decretou a renovação do Estado de Emergência, que vai decorrer entre 24 de novembro e 8 de dezembro, e admitiu "mais renovações posteriores" que forem necessárias no combate à pandemia de covid-19.

Marcelo Rebelo de Sousa alertou ainda o país para uma terceira vaga da pandemia no início de 2021, que "será tanto maior quanto maior for o número de casos um mês antes"

Sobre "Jornal das 8"