Marcelo Rebelo de Sousa: "Eduardo Lourenço esteve praticamente um século de serviço à nossa pátria"

O ensaísta Eduardo Lourenço, de 97 anos, morreu esta terça-feira em Lisboa.

O Presidente da República reagiu, esta terça-feira, nas cerimónias da Restauração da Independência, à morte do ensaísta, que considera ser o maior pensador sobre Portugal.

Sobre "Notícias"