"Matthew" deixa Cuba e dirige-se para a Florida

Furacão já deixou para trás um rasto de morte e destruição. Pelo menos quatro pessoas morreram na República Dominicana e outras duas no Haiti. As Nações Unidas já classificaram o impacto do "Matthew" como a pior crise humanitária no Haiti desde o tremor de terra em 2010 em que morreram mais de 200 mil pessoas

Sobre "Diário da Manhã"