Militares fardados de Moçambique assassinam mulher a sangue frio

Norte de Moçambique.

Cabo Delgado. 

Posto de Awassi.

Quinta-feira, 10 de setembro.

As imagens do crime são penosas e inquietantes. Uma moçambicana, abandonada a si própria, nua, tenta fugir. Os tiros sucedem-se. Com o rolar dos segundos (que se arrastam) parece que nunca mais param. Para acabar com a agonia da moribunda, disparam obstinadamente mais umas rajadas. 

Sobre "Jornal das 8"