Ministério Público acusa corticeira e cinco chefias por maus-tratos a uma funcionária

Cristina Tavares foi despedida por extinção do posto de trabalho. Acabou por ser readmitida, mas a empresa obrigou-a funções que não faziam parte do previsto.

Sobre "Jornal da Uma"