Ministro das Infraestruturas diz que providência cautelar não impedirá o auxílio à TAP

O Ministro das Infraestruturas considera que a providência cautelar interposta pela Associação Comercial do Porto não impedirá o auxílio à TAP.

Pedro Nuno Santos diz que, de resto, esta ação "não foi a melhor" maneira de demonstrar descontentamento pelo comportamento da TAP.

Sobre "Jornal das 8"