Morte do filho de ex-PJ: Dois dos suspeitos tentaram socorrer a vítima

Dois dos três suspeitos, já detidos, pelo assalto que culminou na morte de Pedro Fonseca, filho de um antigo elemento da Polícia Judiciária, regressaram ao local do crime, depois de terem fugido, para tentar socorrer a vítima momentos depois do crime, em Lisboa. Henrique Machado, editor de justiça da redação da TVI, relembra que o tempo médio de resolução de um homicídio, com estas características, chega a ser de sete ou oito meses, mas neste caso ficou resolvido em poucos dias graças à colaboração das testemunhas na investigação. O alegado homicida foi encontrado através de um rasto de câmaras de vigilância que o colocaram na estação de metro do Areeiro.

Sobre "Notícias"