Mota Jr: suspeito tinha fugido para Inglaterra com medo de investigação da PJ

A Polícia Judiciária tem três homens na mira, mas só deteve ainda um dos suspeitos da morte do rapper Mota Jr.
 
O arguido, Eddi Barreiros, de 26 anos, foi intercetado ao final da manhã desta terça feira por inspetores do SEF no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, onde aterrou vindo de londres. Viria para explicar o crime à companheira, pensando que as autoridades não desconfiariam. 

Sobre "Jornal das 8"