Mulher que agrediu juíza fica em prisão preventiva

Ficou em prisão preventiva a mulher que agrediu uma juíza e uma procuradora, no Tribunal de Matosinhos. Esta é a mais grave das medidas de coação.

Sobre "Jornal das 8"