Mulher responsabiliza hospital por amputação de braço

Uma mulher de 39 anos acusa o Centro Hospitalar Tondela-Viseu de ser responsável pela amputação do braço esquerdo. Diz que foi repetidamente tratada a um problema na cervical, quando na realidade o problema era vascular. Sem circulação sanguínea no braço esquerdo, os tecidos foram apodrecendo até a amputação se tornar inevitável