Mulheres afegãs detidas por adultério ou fugirem dos maridos

No Afeganistão, pouco mais de um mês depois da tomada do poder pelos talibãs, surgem novos relatos sobre a perseguição a centenas de mulheres.

Muitas estão detidas com os filhos em prisões por crimes morais, como adultério ou fuga aos maridos.

A agência Associated Press entrou na ala feminina de uma prisão, em Cabul, e gravou uma rara conversa com uma dessas mulheres.

Sobre "Jornal da Uma"