Maestro Vitorino D'Almeida reage à perda do melhor amigo: "A cidade e o país estão às escuras"

O maestro António Vitorino D'Almeida reagiu de forma emocionada à perda do melhor amigo, o fadista Carlos do Carmo. 

"A cidade e o país estão às escuras", é assim que o maestro retrata esta morte. E é assim que muitos outros portugueses se sentiram com a partida do músico.

Sobre "Jornal das 8"