"Não é o número de casos que deve merecer a nossa atenção, são as consequências"

Falando sobre a subida de casos de covid-19 em Portugal, que esta quinta-feira registou mais 399 casos em 24 horas, Tiago Correia, professor de Saúde Internacional no Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova, diz que é importante evitar "picos repentinos". 

Mas assinala que o mais importante não é o número de casos, mas as consequências que esses casos trazem para o sistema de saúde. E lembra que é normal que os contágios surjam, mas que a doença, apesar de muito contagiosa, é assintomática ou moderada na grande maioria dos doentes. 

Sobre "Notícias"