"Não é possível que as crianças voltem agora à escola e fiquem aprisionadas na sala de aula"

Carlos Neto, professor na Faculdade de Motricidade Humana, diz que é necessário "desconstruir a pandemia do medo" e dar liberdade às crianças, sobretudo aos mais novos, para que voltem a brincar e a tocar-se. 

E defende que é necessário "desconfinar as crianças das salas de aulas", aproveitando a pandemia para reinventar o modelo de escola e trazer as salas de aula para o exterior, como já se faz em países nórdicos, por exemplo.  Os professores devem criar contextos para que todo o corpo da criança, não só o cérebro, participe na aprendizagem, combatendo assim os meses de sedentarismo e inatividade física, diz Carlos Neto. 

Sobre "Jornal da Uma"