Não há uma fasquia para desconfinar, avisa Costa

Primeiro-ministro diz que temos de "quebrar radicalmente" a curva de novos casos, internamentos e mortes