"Não podemos estar em guinadas senão o povo não segue ninguém", diz Marcelo

O Presidente da República fez um novo aviso sobre a comunicação do Governo e as entidades oficiais a propósito do curso da pandemia.

Marcelo Rebelo de Sousa disse que "não podemos estar em guinadas senão o povo não segue ninguém. Ordem e contraordem dá desordem".

O Chefe de Estado rejeita alarmismos e apelou a um "equilíbrio sensato" que guie o país até ao fim da pandemia.

Sobre "Jornal das 8"