“Não toleraremos" o uso das Forças Armadas em "jogos de poder"

Numa homenagem aos 100 mil combatentes portugueses na Grande Guerra, Marcelo Rebeço de Sousa aproveitou para deixar alguns recados ao Governo e à oposição.