Natal: OMS diz que a aposta "mais segura" é não juntar famílias

A Organização Mundial de Saúde considera que a aposta mais segura é não realizar reuniões familiares neste natal e ano novo para impedir o aumento da disseminação do vírus.

Também o Centro Europeu de Prevenção de Doenças deixa um aviso: aliviar as restrições no Natal significará mais internamentos em janeiro.

Sobre "Jornal da Uma"