Negligência médica: "Não foram as paredes que fizeram o meu parto"

"Se a morte da minha filha puder fazer a diferença na vida de outros seres já terá valido a pena", diz Alexandra Costa, que está há 21 anos a lutar por justiça. Conseguiu que o hospital fosse condenado por negligência, mas não os profissionais

Sobre "Alexandra Borges"